sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

9 - ANJO

Um dia eu quis ser um anjo
Pedi a Deus essa graça
Não sabia até então
Tudo quanto um anjo passa

Um dia eu quis ser um anjo
Para auxiliar nas jornadas
Mas toda dificuldade
enriquece a caminhada

Um dia eu quis ser um anjo
Para a direção mostrar
Mas é preciso perder-se
Para poder se encontrar

Um dia eu quis ser um anjo
Para curar as feridas
Mas a doença e o sofrimento
Nos tornam mais fortes pra vida

Um dia eu quis ser um anjo
Para impedir a solidão
Mas estar só faz pensar
E o pensar trás evolução

Um dia eu quis ser um anjo
Para dar o meu abrigo
Mas cresce rápido aquele
Que passa por um perigo

Um dia eu quis ser um anjo
Para enxugar toda lágrima
Mas o choro alivia
E nosso coração acalma

Um dia eu quis ser um anjo
Pra ensinar a ternura
Mas o zangar-se extravasa
As tensões da vida dura

Quis ainda ser um anjo
Pra amenizar toda dor
Mas a dor nos faz mais sensíveis
E nos prepara pro amor

Desisti de ser um anjo
Pois cheguei à conclusão:
Deus está sempre por perto
E tudo que na vida ELE nos dá é certo.

domingo, 10 de janeiro de 2010

8 - ESPERANÇA

Escrevo para dar alento a um amigo que está sofrendo.

Dorme, menino lindo
Repousa de tua inquietude
Porque além, lá do alto
Há sempre quem te ajude

Se a vida assim te maltrata
Se o mundo te trás dissabores
Lembra que muitos te querem
Que possuis muitos amores

Seres para quem és caro
Amigos, quiçá irmãos
Que sofrem junto contigo
E amenizam tua solidão

A vida, já deves saber
Não é um jardim de flores
É campo para se plantar
e no futuro colher

Nunca desejes a morte
Celebra sempre tua vida
porque a cada embate
Te tornas mais forte pra lida

A vitória é daqueles
que aprendem a se superar
esquece, assim, tuas dores
Vem, vamos trabalhar...

Dorme, menino lindo
Repousa de tua agonia
Respira fundo e pensas
Amanhã é outro dia.......

7 - SOU ASSIM:

Uma eterna sonhadora
Pela lua apaixonada
Que busca sempre aprender
As lições pela vida ensinada

Adoro fazer amizades
estar sempre com os amigos
curtir suas experiências
ouvir suas novidades

gosto de ceder meu ombro
quando alguém precisa de abrigo
de dar conselhos, de alertar
caso vislumbre um perigo

Detesto a falsidade,
a desconfiança, a exclusão
as mentiras inúteis
e as palavras de baixo calão

O mar me dá serenidade
A música me dá alegria
A dança me contagia
O sol me transmite energias

Adoro enfrentar desafios
resolver problemas, vencer dificuldades
A mesmice me dá agonia
Por mim mataria um leão todo dia...